come away with me

há dias em que me apetecia virar costas a (quase) tudo: compromissos, noticiários, problemas, chatices,…e ir dar um giro a qualquer lado. Mas não pode ser, porque às vezes nos faz bem escolher a porta estreita, passar pela dor e não passar dela e assobiar para o ar. E também não seria por isso que as coisas mudariam. Hoje foi um desses dias.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s