Querida M.

Obrigada pela manhã de ontem. E o que eu gostei de ver-te, e conversar contigo, e que me contasses os teus segredos como se tivéssemos o mesmo tamanho. E de ouvir-te cantar canções em francês, e de nos sentarmos em cadeiras de pigmeus e comermos à mesa torradas que preparaste como se fosses uma senhora. E de ver a tua irmã, tão grande e tão linda como um anjo. E de rever os teus pais, e o seu amor tão cúmplice. Ontem foi dia de reatar laços, desde há 5 anos, e parece que foi ontem.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s