nas bocas do mundo

Confesso que não sou fã dos Deolinda, mas esta canção está de se lhe tirar o chapéu. Traduz exactamente a realidade que os jovens portugueses qualificados que não querem emigrar vivem nos tempos que correm. Dou graças pelo meu emprego porque, apesar de tudo, tenho um emprego e por causa dele não poderei estar presente na manifestação do próximo dia 12. É certo que a polivalência deve fazer parte do nosso perfil, mas quem deseja fazer carreira na área para a qual estudou não deve esperar como única saída a da diáspora. As palavras não são suficientes, como é óbvio, mas aqui fica a canção da polémica que tão bem resume o desencanto desta geração. Para ouvir, sem comentários.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s