férias e cromos

As férias já lá vão e estou a entrar devagarinho no ritmo habitual porque há que regressar ao trabalho amanhã, o que também é bom. Para trás ficam mais uns diazinhos em Évora, no seu ritmo verdadeiramente alentejano. Na memória ficam as recordações das paredes brancas, do ar limpo e sereno, e do cheiro fumado das primeiras castanhas. É o sítio ideal para uma escapadinha de fim-de-semana para quem quiser quebrar a rotina, a dois ou mesmo sozinho.

A minha leitura de férias foi a “Caderneta de cromos”, do Nuno Markl. Confesso que não conhecia bem este humorista, mas enquanto lia o livro vi-o como mais um colega de escola. E ri-me a bom rir, com cada cromo, com alguns deles até às lágrimas. Com os pensamentos certeiros do Nuno sobre coisas tão interessantes e que nos eram tão familiares, a nós que crescemos nos anos 80, como o gelado Pé, da Olá, a Bota Botilde, o festival da Eurovisão, as chiclets Pirata e as Gorila, o Dartacão, o Traga-Bolas, os hits do Stevie Wonder, do José Cid, etc. Fico à espera da próxima edição da Caderneta…uma risota!!!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s